domingo, 15 de janeiro de 2012

a ferida da alegria,

é o meu novo vídeo. engraçado como o meu processo de criação parte de uma ideia dependente de algum objeto ou uma paisagem. desta vez eu me coloco diante da câmera, ainda que não tenha o rosto revelado. o importante, neste novo trabalho, é diagnosticar que tipo de ferida é essa numa paisagem completamente absurda.

esta semana a gente grava e edita, eu espero.