sexta-feira, 2 de julho de 2010

às vezes a gente não precisa de nenhuma surpresa, como uma mãe que descobre que seu filho jovem morreu, como um homem que descobre que a plantação secou, como uma mulher descobre que o filho nasceu morto.
todos eles poderiam ser um sorriso mais tarde, mas não são. todos eles poderiam estar acompanhados, mas não estão.