terça-feira, 24 de março de 2009

terminar a faculdade é tão engraçado.

domingo, 22 de março de 2009

você me fala como se o meu tudo, que nunca começa com 't', mas com 'f' (de fim?), fosse uma brincadeira, um piada de domingo ou um espetáculo de ciranda.

faça favor fique

segunda-feira, 16 de março de 2009

hoje o meu coração pediu colo. hoje o meu coração pediu colo e cama.
pediu colo porque, por ser um coração de passarinho, precisa de ninho. e colo é ninho. acontece que, quando eu chego em casa, só tenho tempo pra minha cama. hoje eu estive cansado.
e pediu cama como uma segunda opção, sem compromisso com o tempo. então, eu acordo e sinto que as coisas, tudo, estão passando... tudo está passando... e me dá vontade de chorar.

eu fico com ele - o coração - ainda mais vermelho.

domingo, 15 de março de 2009

todo tempo e espaço para o cinema.

terça-feira, 10 de março de 2009

"esposa, o que te faz assim, pra mim, não são as tuas bobas qualidades, mas a cara que faz quando eu pergunto a ti para onde e como a gente vai."

"carolina , prometo que, daqui por diante, termino os cálculos e, de mês em mês, a gente segue radiante."

"igor, ruim é escolher o caminho mais difícil. mas não tem jeito! é assim pq pra gente é assim. a outra metade do ruim é o espaço, você sabe. dá vontade de deitar na cama e deixar o mundo acabar em sono. dani."

bilhetes para porta de geladeira.

sábado, 7 de março de 2009

olha pra depois se esconder. deveria ter um nome, deveria.

terça-feira, 3 de março de 2009

eu me lembro da imagem do cinema pouco focada. eu me lembro também do encosto verde da cadeira do cinema. e depois, depois do meu faux-raccord, os diálogos perderam os sentidos do tempo. era dois e o só.

domingo, 1 de março de 2009

ele se mostrava para ela. ela se mostrava para os outros (que não eram tão outros assim...). ele levantava a cabeça para que ela o visse. os olhos dela estavam fechados. ele acenava. os olhos continuavam fechados.

ela sorriu. é que eles estavam sorrindo enquanto ele tentava dizer que estava ali, bem próximo.